A flora e a fauna de Madeira

Rubricas[Fotos] [Apresentação] [Localização] [Visitas] [Cultura] [Informações práticas] [Outros assuntos]

[Assunto precedente] [Página inicial] [Assunto ascendente] [Assunto seguinte] [Via Gallica]

Página editada

Plantas herbáceasPlantas herbáceas

Sobre as 1.500 espécies de plantas posicionadas, 234 são plantas endémicas macaronésiennes e 156 encontram-se apenas à Madeira, ou seja 67%. De todas as plantas que existem apenas Macaronésie, os dois terços existem por conseguinte apenas à Madeira.

Sobre todas as inclinações, nos jardins e mesmo ao longo das estradas, as flores e as plantas abundam: hortênsias, gerânios, hibiscus, agapanthes, bougainvilliers, fuchsias, eufórbios, mas também orquídeas, anthuriums e strelitzias, cultivados para a exportação.

Pássaro de paraísos (Strelitzia reginae)Amaryllis recortar (Amaryllis belladona)
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
Agapanthe azul (Agapanthus umbellatus)
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
Trombeta dos Anjos (Brugmansia sp)Vipérine de Madeira (Echium fastuosum)Orquídea
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
Hortênsia (Hydrangea macrophylla)
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
Joubarbe bandeja (Aeonium glandulosum)
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
Líquene
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
?
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem em Fotolia (novo guia).
FetoPlanta suculento
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.

ÁrvoresÁrvores

Do nível do mar até à 300 m cerca de, é a zona subtropical. Várias espécies de árvores cobrem-se periodicamente de flores: a mimosa, magnolia, o sumauma (flores vermelhas ou rosas) e o jacaranda (flores lilás).

Acima 300 m, e até 750 m, é a zona moderada quente, de clima mediterrânico, domínio da vinha, os cereais (milho, trigo, aveia) e os frutos. Estes últimos são variados: frutos dos países europeus como as laranjas, pêras, maçãs, ameixas, e frutos exóticos, com as goiabas, advogados, mangas, ananás e maracujàs (frutos da paixão).

Entre 750 e 1.300 m, encontra-se o laurisylve, cuja origem sobe à era terciário, composta essencialmente de diferentes espécies de louros (lii, vinhático, laureiro) que atingem às vezes 30 m de parte superior, povoa ainda cerca de setores selvagens da costa do norte.

Esta floresta, que abrangia anteriormente uma grande parte da Europa, foi destruída glaciations e excepcionalmente preservada em cerca de ilhas, tal Madeira. Única, hoje é protegida inteiramente e conhecida dos botânicos do mundo inteiro. Vive num meio que contribui para criar, onde a humidade é constantemente superior à 85%. Frequentemente nas nuvens, absorve a humidade e acumula assim mais água ainda que a trazida pelas chuvas, no entanto importantes (entre 1.500 mm e 3.000 mm por ano). Joga um papel primordial na proteção dos solos e a infiltração da água de chuva, e permite retardar os efeitos da erosão.

Pensa-se que as diferentes espécies vegetais presentes sobre a ilha de Madeira antes que o homem haja o pé teriam sido conduzidas sob a forma de sementes pelos pássaros, o vento e o Oceano. Se encontram assim espécies de fetos desconhecidas no resto da Europa, mas presentes às Antilhas nomeadamente.

Quanto às coberturas, acima 1.300 m, são o domínio dos pastos e os fetos.

Eucalipto, gommier azul (Eucaliptos globulus)
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
Tulipier do Gabão (Spathodea campanulata)
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.

InsetosInsetos e Aracnídeos

Os insetos são bastante numerosos, em especial as aranhas; é necessário desconfiar-se das abelhas que têm o deplorável hábito de encontrar refúgio nos automóveis. Quase duas cem espécies de besouros foram contadas.

Madeira protege cerca de variedades de aranhas, tal o lycose às patas espessas, cuja dimensão e aspeto maciço assustam realmente. Tem-se contudo poucas possibilidades de encontrar-o: vive com efeito nas regiões mais isoladas e mais criadas da ilha e não sai único raramente no dia. Quanto aos malmignattes, únicos animais venenosos do arquipélago, residem sobre construído-o uma ponte sobre de São Lourenço.

Argiope riscado (Argiope bruennichi)
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.

MollusquesMoluscos

PássarosPássaros

Conhece-se à Madeira mais de duas cem espécies de pássaros, da qual um roitelet que parece ser específico à esta ilha, o bisbis (Regulus maderiensis); outros pássaros, em número muito restrito, são conhecidos apenas à Madeira, às Canárias e os Açores. Mas será surpreendido-se certamente pela escassez dos pássaros, e o silêncio das florestas onde poderia-se esperar-se os seus pépiements e aos seus cantos.

Mas, em tudo e por tudo, existe apenas 36 espécies de pássaros nicheurs sobre a ilha (43 sobre o conjunto do arquipélago): orifícios, falcões, éperviers, cotovias, corujas, chardonnerets, bergeronnettes cinzentos e amarelos, roitelets de Madeira, pintarroxos, pombos Trocaz e sobretudo o petrel de Madeira.

Notem que o pombo Trocaz existe apenas à Madeira e que inféodé às florestas de louros da costa do norte do qual aprecia as baías bem como as couves nas culturas. Da mesma maneira que o seu meio, recentemente é protegido inteiramente.

Mas de numerosos migratórios fazem escala, da qual um pequeno número de vítimas vindas do continente americano com as tempestades do oeste.

Pinson das árvores (Fringilla coelebs madeirensis)
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
. Clicar para ampliar a imagem.
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
Pássaro marinho
. Clicar para ampliar a imagem em Fotolia (novo guia).. Clicar para ampliar a imagem.

PeixesPeixes

As margens da ilha de Madeira são muito poissonneux: a pesca ao gorda é uma das grandes atrações Funchal. O atum (atum), o peixe-espada preto (espada), o tubarão, o cachalote (cada vez mais raro) é apanhado lá sistematicamente, quer com grandes linhas múltiplos aos anzois â das profundidades que atingem facilmente 1.000 m, quer ao arpão. As tomadas destinadas ao consumo corrente são efetuadas à rede. Assinalar: a presença de cerca de tartarugas marinhas, bastante pequenas, da dimensão de aquelas que observará-se ao aquário-museu Funchal.

O peixe mais conhecido está sem nenhuma dúvida o espada (lírio, uma espécie de enguia), este famoso peixe que encontra-se sobretudo fora Madeira e em mar da China.

RépteisRépteis

Nenhuma serpente à Madeira, mas das centena de milhares de lagartos cinzentos que adoram a uva (uma calamidade para as vinhas!) e vêm tasquinhar muito familiarmente na parte côncava da mão as fábricas de açúcar que oferece-lhes-se. Os lagartos são, com as focas, os únicos animais vertebrados terrestres já presentes sobre a ilha ao momento da colonização.

MamíferosMamíferos

Encontrará-se aqui ou lá coelhos, cerca de porcos selvagens marcados, furets.

Madeira conta pouco animais domésticos, e praticamente não animal de traço com excepção dos cerca de mulos que tiram ainda carros nas ruas Funchal, e bois que aplica-se-se a estes curiosos carros de reis preguiçosos para turistas, a aclimatização nunca foi possível. De resto teria sido vã: único o homem pode circular e trabalhar estes em campos em terraços, dispostos em andares ao flanco das montanhas abruptos, e às vezes não mais largas que um caminho. Cria-se contudo vacas, que vivem em estábulos ao teto de colmo, os palheiros, quando não pastam as flores ao bordo das estradas; cabras que se salvam ao barulho dos motores; cerca de carneiros pretos ainda mais selvages.

Uma espécie, embora em princípio protegida, seja a da foca monge, muito tempo dizimada pelos pescadores e da qual permaneça mais apenas uma vintena de indivíduos ao longo das ilhas abandonou. O animal no entanto era representado bem sobre a ilha de Madeira quando houve. A aldeia de pescadores de Câmara de Lobos, ou seja a câmara dos lobos testemunha pelo seu nome. Os primeiros colonos com efeito foram impressionados à sua chegada por estes animais, que nomeavam lobos de mar.

Fora as costas de Madeira, encontra-se cachalotes e outras espécies de mamíferos marinhos. Hoje, estas espécies em via de extinção são praticamente muito protegida. Um cachalote fêmea mede em média 11 m e pode atingir 18 m de comprimento.

De todas as espécies de baleias, o cachalote, que pode atingir profundidades de 3 m, é o campeão do mergulho. A partir do século X, pescava-se a baleia à Madeira, nomeadamente para a sua gordura e o seu óleo, utilizados à fins médicos e industriais. A carne e os ossos eram comidos ou servidos de estrume. O ambarino era procurado para o seu perfume, o óleo de fígado era consumido para o seu teor em vitamina D. é à Caniçal que trazia-se seguidamente dépeçait os pobres bêtes. O museu desta cidade reconstitui muito efectivamente qualquer esta epopeia.

Outros assuntosOutros assuntos

Filiação do assunto
Assuntos mais detalhados
Assuntos próximos
Mapa interativo da ilha de Madeira
A geografia de Madeira
A história de Madeira
A economia de Madeira
A flora e a fauna de Madeira
Informações turísticas sobre Madeira
Assuntos mais largos
Página inicial
A ilha de Madeira
A costa setentrional de Madeira
A costa oriental de Madeira
A costa meridional de Madeira
A costa ocidental de Madeira
O interior de Madeira
A ilha de Porto Santo
As ilhas Desertas e Selvagens
[Assunto precedente] [Assunto ascendente] [Assunto seguinte] [Página inicial] [Madeira] [Via Gallica]
Buscar sobre este Sítio :
Buscar sobre a Tela :
Recomendar esta página :
Recomendar este sítio :
AlbanieAllemagneAngleterreArméniePays basqueBiélorussieBulgarieCatalogneCroatieDanemarkEspagneEstonieFinlandeFranceGalicePays de GallesGéorgieGrèceHongrieIrlandeIslandeItalieEmpire romainLettonieLithuanieMacédoineMalteNorvègePays-BasPolognePortugalRoumanieRussieSerbieSlovaquieSlovénieSuèdeTchéquieUkraïne
Se atingir este quadro diretamente, clicar nesta ligação para revelar os menus.