A ilha de Porto Santo

Rubricas[Fotos] [Apresentação] [Localização] [Visitas] [Cultura] [Informações práticas] [Outros assuntos]

[Assunto precedente] [Página inicial] [Assunto ascendente] [Assunto seguinte] [Via Gallica]

Página editada

ApresentaçãoApresentação

Apresentação geralGeneralidades
. Clicar para ampliar a imagem.Para atrair os Estados-uniens, aposta-se doravante sobre a ilha de Porto Santo, que possui que Madeira não tem, ou seja uma imensa praia de areia loura, única em todo o arquipélago, que se estende dos 9 Km, e um aeroporto susceptível de acolher os voos longos correios.
. Clicar para ampliar a imagem.. Clicar para ampliar a imagem.
. Clicar para ampliar a imagem.Esta bandeja seca e árida, longa de 12 Km e larga de 6, dirige-se por conseguinte aos adeptos do bronzeado e de verdadeiro ociosidade que nada deveria perturbar… Cada ano, os turistas afluem por conseguinte sempre mais numerosa. Vindo principalmente de Madeira, Portugal continental ou a Escandinávia, encontram lá um oceano à uma temperatura surpreendente (23 °C em média em julho, 18 °C em janeiro) e fundos que emprestam-se maravilhosamente à pesca submarina. É inútil procurar monumentos, penhascos em a pique ou mirantes cercados de circos de montanhas.
EtimologiaEtimologia
Zarco nomeou a ilha Porto Santo (em francês o Port Santo) porque teria havido refúgio após uma tempestade em mar.

Porto Santo é cognominado igualmente “a ilha Dourada” (em português: Ilha Dourada) devido cor à desértica das suas paisagens e a sua longa praia de areia dourada.

Em verão, sobretudo é queimada e amarelo, e os seus penhascos ruivos fizeram-o também de cognominar “a ilha fulva”.

SituaçãoSituação

A ilha de Porto Santo é situada à uma quarentena de quilómetros ao nordeste de Madeira.

A ilha é acessível por ferry desde Madeira; no fim do XXe século, um porto artificial à extremidade está da praia de areia, o Porto de Abrigo sucedeu débarcadère exposto às tempestades que datam de 1928 que se encontra o fora a capital da ilha.

Atinge-se também Porto Santo por avião, o seu aeroporto (Aeroporto de Porto Santo) civil que dispõe de uma pista de 3.000 m: desde Madeira (em 15 Mn), Lisboa e Porto nomeadamente. O aeroporto estende-se de acordo com um eixo norte-sul única verdadeira planície da ilha: importantes superfícies de terras cultiváveis e de vinhedos sejam-lhe sacrificadas; separa os dois sítios de colinas de Porto Santo.

VisitasVisitas

Vila Baleira
A capital, e única aglomeração da ilha, é o único ao mesmo tempo porto da ilha, e a quase totalidade dos habitantes de Porto há. A cidade, que chama-se às vezes a cidade de Porto Santo, não falta de encanto com as suas pistas pavimentadas, a sua pequena igreja e as suas palmas.

O centro é o largo do Pelourinho, bonito lugar triangular plantado de palmas, ao redor do qual elaboram-se bonitas construções brancas, das quais a igreja e um edifício armorié que protege a câmara municipal.

Igreja de Nossa Senhora da Piedade
A igreja branca Nostra Senhora da Piedade foi fundada, à origem, exatamente após a descoberta da ilha, entre o início e a metade século X. A igreja atual foi reconstruída ao XVIIe século posterior os piratas destruíram a antiga entre 1567 e 1709. É caraterizada por uma simplicidade que único o teto pyramidal da volta do ângulo noroeste vem desmentir.

Único uma parte do edifício, os vestígios góticos capela da Morgada, em projeção ao Sul da igreja, sobreviveram às numerosas incursões dos piratas. Esta capela data século X: a cena em quadrados de faiança da parede externa é uma adição moderna.

A igreja protege a única obra de arte de Porto Santo: uma pintura portuguesa do XVIIe século, “Sainte Marie-Madeleine e Christ”.

Câmara Municipal
Bonita a fachada armoriée do hotel de cidade elabora-se de outro lado do lugar, oposto da igreja.
Casa-Museu Cristóvão Colombo
. Clicar para ampliar a imagem.Uma pista à direita da igreja efetua à esta casa-museu, dotada de duas simples peças onde o famoso navegador teria vivido com a sua mulher. Numa construção anexa, pode-se ver gravuras e mapas que evocam a sua vida e os seus diferentes périplos.

É uma alvenaria cheia de atmosfera, em pedra grosseiramente cortada, e pode-se facilmente imaginar Christophe Colomb que vive aqui. Não faz nenhuma dúvida que Colomb residiu sobre a ilha dado que casou com Felipa Moniz Perestrelo, rapariga do primeiro governador de Porto Santo, Bartolomeu Perestrelo; mas não é de forma alguma evidente que viveu aqui. Esta Casa de Colomb não existia tal qual na época découvreur da América, mas imagina-se que a casa do governador encontrava-se mais ou menos à esta lugar.

Os visitantes do museu reencontram-se mergulhados no universo de Christophe Colomb, seguem os seus itinerários sobre os mapas ou examinam uma coleção surpreendente de retratos do herói realizados bem após a época de Colomb.

Do largo do Pelourinho, a larga escoicinhou Infante D. Henrique, bordado de palmas, efetua um jardim onde elabora-se a estátua de Christophe Colomb. Lá, pode-se igualmente aceder ao molhe, onde descobre-se uma vista global sobre a cidade.

Miradouro Portela
O mirante da colina Portela (163 m de altitude, à 2 Km de Casa de campo Baleira, sobre a costa sudeste) oferece um bonito ponto de vista sobre toda a extensão da esplêndida praia dourada que se estende até à península franjada de balanços de basalto construiu uma ponte sobre da Calheta. Ao leste desta colina, o farol do ilhéu de Cima olha a imensidade azul o oceano.

Sobre a colina criam-se quatro moinhos à vento restaurados, recordando as três dúzias de moinhos e as culturas de cereais outrora; um só um moinho gira ainda; é construído sobre um pedestal giratório para captar o vento.

Pico do Facho
À cerca de 1,5 Km ao norte Portela, a PIC da Tocha (517 m) é o ponto culminante da ilha. O seu nome “PIC da tocha” recorda os fogos de alarme acendidos aqui à época onde os piratas franceses e argelinos eram uma calamidade para a ilha. A população era avisada que uma incursão dos piratas era iminente por um fogo acendido à cimeira, e torna-se-se conta que é bonito e efectivamente o ponto culminante da ilha.
Ferro fundido da Areia
Ao oeste de Camacha, prosseguindo até costa à do norte, chega-se ao sítio de Ferro fundido da Areia (“Fonte da areia”), uma fonte situada perto dos penhascos batidos pelas ondas. Uma fonte de água clara, filtradora através dos balanços, dá a água mineral da ilha à qual atribui-se mesmo virtudes curativas. Pode-se provar-o, bem fresca, à fonte perto do bar.

Esta “fonte da areia” é situada junto curiosos de penhascos às formas estranhas esculpidas pela erosão, que dominam uma costa rochosa e selvagem. Em vez do balanço vulcânico sombrio usual, as vertentes abruptos que dominam a costa arvoram aqui um bonito amarelo é à este balanço calcário claro e a potência da erosão que a ilha deve a sua praia de areia “dourada”.

Pico do Castelo
O mirante situado à cimeira do Pico do Castelo (um cone vulcânico arborizado de 434 m de parte superior, à cerca de 3 Km de Casa de campo Baleira, emprestando à estrada que escala os flancos da PIC rearborizada), apercebe-se quadrillage das culturas em tabuleiro e, distante, a silhueta montanhosa de Madeira.

Fortificações que a ilha outrora protegiam dos piratas, permanece apenas velhos canhões oxidados. O aeroporto de Porto Santo estende-se exatamente abaixo.

Construiu uma ponte sobre da Calheta
O ponto mais oriental da ilha, exatamente ao pé do Pico DAS Floras, é conhecido sob o nome construiu uma ponte sobre da Calheta. Se encontram pequenas baías com pitorescos afloramentos rochosos.

A Ponta de Calheta é separada do ilhéu de Baixo (Ilheu de Baixo) por uma passagem perigosa juncada de escolhos onde o mar tira espuma, esta ponta forma um sítio agradável com a sua praia eriçar-se de balanços de basalto preto.

Pedreira
. Clicar para ampliar a imagem.Da estrada que, paralela à praia, efetua à ponta de Calheta, tomar após o hotel Porto Santo uma pista à direita. Após 2 Km cerca de, acede-se à carreira (pedreira).

Sobre o flanco do pico Ana Ferreira, descobrirá uma surpreendente formação de órgãos basálticos que lançam-se para o céu.

. Clicar para ampliar a imagem.

História e tradiçõesHistória, literatura, artes, tradições, legendas, religiões, mitos, símbolos…

HistóriaHistória
. Clicar para ampliar a imagem.A ilha de Porto Santo foi descoberta pelo navegador português João Gonçalves Zarco em 1419, ou seja um ano antes de Madeira. Pouco depois, Henri o Navegador concedeu a capitania de Porto Santo gentilhomme, Bartolomeu Perestrelo, à carga para povoar-lhe -o e o coloniser. A crónica traz que teve a deplorável ideia de soltar coelhos na natureza para povoar a ilha, mas que estes proliferaram tanto que devastaram a ilha… Tem êxito contudo a dar à este território devastado certa prosperidade.
Mas a ilha muito tempo é abandonada pelas autoridades de Portugal, e os seus habitantes devem lutar contra os piratas argelinos e franceses que, até ao XVIIIe século, não lhes poupam nem as pilhagens nem os massacres. Vários períodos de seca provocam, além disso, a fome.
PersonagensPersonagens
Para 1470, Christophe Colomb, partido negociar a compra de uma carga de açúcar à Madeira, fez escala à Porto Santo, onde encontrou capitão-donataire Bartolomeu Perestrelo. Lá, casou com a rapariga deste notável, bonito Filipa Moniz, com que terá um filho, Diego Colomb. É provável que viveu à Porto Santo, de 1478 à 1482, o comércio do açúcar e os cereais entre as ilhas e o continente. Seguidamente, partiram para Funchal, onde residiram cerca de tempos no seu amigo João Esmeraldo; por último, retornou com ela à Portugal.

Funchal, Colomb tinha sido posto à corrente de diversos problemas de navegação que incitar-o-ão atrasado partir à descoberta do mundo. Na cidade de Casa de campo Baleira, vê-se ainda a casa cercada de palmas onde o grande navegador teria residido.

GeografiaGeografia
. Clicar para ampliar a imagem.Porto Santo é uma pequena ilha de origem vulcânica (42 km² apenas), formado há vários milhões de anos sobre um ponto quente, hoje inativo, que deu nascimento seguidamente à Madeira e as ilhas Abandonados.

Quando a vista é libertada bem e que encontra-se-se sobre a ilha húmida e verdejante de Madeira, torna-se-se conta do aspeto desértico de Porto Santo ele distingue-se sobretudo colinas moreno-cinzentos e zonas áridas. Excepto o inverno, onde os seus campos reverdissent sob o efeito da humidade, calcário de Porto Santo, totalmente desprovido de vegetação, dá-lhe o a cor ocre de um deserto.

O seu relevo é bastante plano: é constituído de uma grande planície onde elaboram-se, ao nordeste e o sudeste, cerca de “PIC” cujo as elevadas, o pico do Facho (PIC da tocha), culmina apenas à 517 m de altitude. Quando varre-se o horizonte ao nordeste por tempo claro, distingue-se do norte e do leste bem como mais elevadas as cimeiras de Madeira a silhueta da pequena ilha vizinha lá ainda, abruptos penhascos emergem brutalmente do mar e de coberturas esgarçadas elaboram-se distante.

O clima é suave - média anual: 19° - e mais seco que à Madeira.

EconomiaEconomia
Hoje, os habitantes de Porto Santo vivem pesca e de cerca de culturas (cereais, tomates, melões, melancias, figos); a vinha produzida um excelente vinho branco muito açucarado, menos famoso contudo que as águas minerais bicarbonatadas, apreciadas por o seu valor terapêutico, exportadas à Madeira e na metrópole.

A produção agrícola é pobre, em parte devido falta à crónica de água, e os campos, outrora mantidos, agora são deixados ao abandono, em prol do turismo.

TradiçõesTradições
Século X, um pastor preenchido de imaginação aproveitou da situação insular de Porto Santo para propagar um culto estranho e completamente pagão. A Igreja, saber a notícia, enviou prélats entregar um pouco de ordem nas consciências. Mas estava demasiado atrasado e um gordo escândalo estoirou: lá do apelido de profetas (os profetas), que serve ainda às vezes a qualificar os habitantes da ilha.

Outros assuntosOutros assuntos

Filiação do assunto
Assuntos mais detalhados
Mapa interativo da ilha de Porto Santo
Mapa interativo da cidade de Casa de campo Baleira
Assuntos próximos
A ilha de Madeira
A costa setentrional de Madeira
A costa oriental de Madeira
A costa meridional de Madeira
A costa ocidental de Madeira
O interior de Madeira
A ilha de Porto Santo
As ilhas Desertas e Selvagens
Assuntos mais largos
Página inicial
Mesa das Matérias
Engenhos de investigação sobre o sítio
O arquipélago de Madeira
[Assunto precedente] [Assunto ascendente] [Assunto seguinte] [Página inicial] [Madeira] [Via Gallica]
Buscar sobre este Sítio :
Buscar sobre a Tela :
Recomendar esta página :
Recomendar este sítio :
AlbanieAllemagneAngleterreArméniePays basqueBiélorussieBulgarieCatalogneCroatieDanemarkEspagneEstonieFinlandeFranceGalicePays de GallesGéorgieGrèceHongrieIrlandeIslandeItalieEmpire romainLettonieLithuanieMacédoineMalteNorvègePays-BasPolognePortugalRoumanieRussieSerbieSlovaquieSlovénieSuèdeTchéquieUkraïne
Se atingir este quadro diretamente, clicar nesta ligação para revelar os menus.